quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Servidores elegem nova diretoria do SINTSEM

Composição mantém unidade dos atuais diretores, com ocupações de cargos estratégicos no trabalho de ampliação das ações do SINTSEM.
Nos dias 29 e 30 de novembro, foi realizado o processo para eleição da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Limoeiro do Norte (SINTSEM), com chapa única que obteve o apoio maciço de 90% da categoria. O Sindicato dos Servidores Municipais de Limoeiro do Norte é filiado à FETAMCE.
E esse respaldo não é gratuito. O referido sindicato tem um extenso histórico de luta em toda a região do Baixo Jaguaribe, onde se tornou referência por conta do trabalho combativo que desenvolve há anos, não somente junto à categoria dos servidores, mas, também junto a outros segmentos, como o dos trabalhadores terceirizados e superexplorados das empresas do agronegócio instaladas na Chapada do Apodí, unidade na luta com servidores estaduais, correios, bancários e outros.
No ano em que completa 20 anos de lutas, o Sindicato conta hoje com uma das conquistas somente asseguradas em 8 municípios do Ceará: O piso salarial na íntegra. A nova direção do SINTSEM também dará continuidade à mobilização pela reestruturação do PCCV da categoria, sendo que, nesse sentido, já foi tirado em Assembleia Geral, o indicativo de não iniciar o novo ano letivo até que suas reivindicações sejam atendidas pelo executivo municipal. E a luta continua.
Composição da Diretoria
Reginaldo Ferreira de Araújo (Presidente);
Luzanira Gadelha (Secretaria Geral);
Francisco Pimenta Barros (Tesouraria);
Lizineide Gadelha (Secretaria de Comunicação);
Edilson Costa (Secretário Jurídico);
Professor Carlos (Secretaria de Formação Social).
Primeiro sindicato do Vale do Jaguaribe filiado à CONLUTAS
Fundado em 1990, o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Limoeiro do Norte (SINTSEM), que surgiu inicialmente como uma resposta da categoria frente ao descaso e baixos salários praticados pelo poder executivo na época, tornou-se um dos mais combativos instrumentos de luta dos trabalhadores e trabalhadoras de toda a Região Jaguaribana até os dias atuais.
Dentre os vários episódios da história do SINTSEM, é preciso destacar que, a despeito de toda essa conjuntura, este sindicato protagonizou a maior greve de professores municipais já ocorrida nessa região, parando em torno de 80% das escolas. A represália veio com a demissão em massa de servidores e a demissão sumária de toda a diretoria executiva do sindicato que, sem encontrar na Central a qual era filiado - CUT - o amparo político e jurídico necessário, sofreu um forte golpe e somente conseguiu se reestruturar em 2001, tendo a frente Reginaldo Araújo que recém ingressara na categoria.
Uma das reuniões do SINTSEM para discutir sobre o Piso Salarial dos funcionários Municipais.
A partir de então, uma nova etapa de lutas se inicia e o SINTSEM se torna o referencial de luta, não apenas dos servidores de Limoeiro, mas dos trabalhadores e trabalhadoras explorados de toda a Região Jaguaribana. Vários foram os fóruns de luta unificados: participação nos dias de luta, nos dias 1º de Maio, nas "Marchas das Margaridas" em 8 de março, no "Grito dos Excluídos", nos fóruns universitários, etc.
Recentemente, foi fundamental o apoio prestado por este sindicato à greve de 10 dias dos trabalhadores superexplorados de uma das empresas de Agronegócio da Chapada do Apodi, DelMonte, em 2008, bem como, a intervenção na vitoriosa greve de 50 dias dos servidores municipais de Tabuleiro do Norte, sem se falar no apoio incisivo que tem dado a todas as paralisações dos professores estaduais, secundaristas e universitários, desde a histórica greve de 2006. Também esteve presente à greve dos professores municipais de Quixeré, solidarizando com o SINTSEMQ, e à paralisação dos profissionais da saúde naquela cidade, ainda em curso.
Destaca-se ainda que o SINTSEM, através da mobilização permanente de sua base, conseguiu conquistar a aprovação do Piso Salarial Nacional na íntegra e a reestruturação do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários), além de ter assegurado mais 17 pontos que abrangem todos os setores/secretarias, modificando de forma significativa a qualidade de vida desta categoria e de toda a população trabalhadora de Limoeiro do Norte, fato que tem servido de exemplo para os demais sindicatos da região, evidenciando mais a cada dia que: “Só a luta muda a vida!”.
*com informações da FETAMCE e TV Jaguar

Um comentário:

Valdecy Alves disse...

Precisamos cada vez mais divulgar para cada pessoa, de todas as idades, de todas nacionalidades, credos de todas faixas etárias... a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Leia matéria sobre o tema em: http://valdecyalves.blogspot.com/2010/12/direitos-humanos-declaracao-universal.html